Banner

 

Pêssego

 

Pêssego Pampeano
Frutos brancos, sabor doce-acidulado. Baixa exigência em frio, floração final de julho, maturação em meados de outubro. Produtividade mediana-baixa, planta de baixo vigor, frutos médios, 70-80 gramas podendo ter boa coloração. Pode ser útil em locais onde se almeja colheita precoce.

   
   
   
   

Exclusividade Clone Viveiros

 

Variedade de pessegueiro de alto valor comercial, tamanho e firmeza excelentes, com coloração simplesmente excepcional! Frutos de sabor muito equilibrado, com boa vida de prateleira. Royal Zest necessita de 500-550 unidades de frio, assemelhando-se às variedades Eragil e Barbosa.
A floração ocorre no final de agosto/ início de setembro em Araucária-PR, e a colheita no início de novembro.
Royal Zest é patenteada pela Texas A&M University, da qual Clone Viveiros é licenciado.

EXCELENTE VALOR DE MERCADO!

Variedade exclusiva para pomares comerciais.

 
 
 

 

Exclusividade Clone Viveiros

Variedade de pessegueiro de frutos brancos, doces, coloridos e firmes. A qualidade dos frutos vai de encontro com as preferências do mercado brasileiro; pelo curto, excelente tamanho, formato e aparência e boa vida de prateleira.
Necessita de 470-500 unidades de frio, assemelhado-se à Della Nona.
A floração ocorre no final de agosto/início de setembro em Araucária-PR, e a colheita no final de novembro/início de dezembro.

White Delight é patenteada pela Texas A&M University, da qual Clone Viveiros é licenciado.

EXCELENTE VALOR DE MERCADO!

Variedade exclusiva para pomares comerciais.

 
 
 
 

Exclusividade Clone Viveiros

Fênix é altamente produtivo, os frutos são brancos, semi-soltos, caroço pequeno, formato e coloração muito bons. Firmes, maior e mais colorido que o Chimarrita. Fênix inicia a maturação quando está terminando a colheita do pêssego Chimarrita. Fênix brota cerca de uma semana depois de Chimarrita, necessita cerca de 450 unidades de frio, próximo de Chimarrita e PS10711.

   
   
   
 

Pêssego Tropic Prince

Exclusividade Clone Viveiros 
Extremamente precoce, amadurece 7-10 dias antes que Tropic Beauty. Necessita 150-200 unidades de frio, sendo ideal para as regiões produtoras de pêssego mais quentes do Brasil. Frutos amarelos, doce-adiculados, grandes, com formato e coloração excelentes. São firmes com boa conservação pós-colheita.
Variedade patenteada da TEXAS A&M UNIVERSITY, da qual o Clone Viveiros é licenciado.

 

EXCELENTE VALOR DE MERCADO!

Variedade exclusiva para pomares comerciais.

   
   
   
Pêssego Tropic Beauty
Super precoce, de alta qualidade e exigência em frio muito baixa. Potencial para produzir frutas redondas, coloridas, grandes, resistentes ao transporte. Polpa amarela e doce acidulada.
   
   
   

Pêssego PS25399

Exclusividade Clone Viveiros
Frutos brancos, redondos, sem ponta, excelente coloração, pelos muito curtos, aparência excepcional, maturação super precoce e baixa exigência em frio. Tamanho, formato, firmeza, coloração e produtividade excepcionais para a data de maturação. Sabor doce-acidulado agradável. VARIEDADE DESENVOLVIDA PELO CLONE VIVEIROS.

   
   
   

Pêssego Douradão
Baixa exigência em frio, produtivo, frutas grandes, coloridas, excelente sabor. Possui exclente valor comercial para regiões subtropicais. Padrão de qualidade no Estado de São Paulo.

   
   
   
Pêssego BRS Kampai Licenciado  
Polpa branca, doce, precoce, excelente qualidade, produtividade, coloração, formato, baixa exigência em frio. Frutas grandes, coloridas e com excelente sabor. Possui exclente valor comercial para regiões subtropicais. Variedade protegida da EMBRAPA, produz frutas de qualidade muito precoces em regiões quentes.
   
   
   

Pêssego Rubimel
Polpa amarela, precoce, doce, firme, excelente qualidade, produtiva, boa coloração, boa forma. Baixa exigência em frio, produz frutas de qualidade muito precoces em regiões quentes.

   
   
   
  Pêssego BRS Mandinho Licenciado
Esta variedade produz frutos de forma peculiar, achatados. São doces, com um bom sabor, polpa amarela e necessita 100-150 unidades de frio, com floração no final de julho. Maturação em novembro em Araucária, PR. Variedade protegida pela EMBRAPA.
   
   
   
Pêssego BRS Fascínio Licenciado
Polpa branca, doce, não fundente, caroço preso, maturação após BRS Kampai e Rubimel na Região Centro-Sul, após Chimarrita na Região Sul. Firme, grande, produtivo, boa coloração, formato cônico arredondado. Baixa exigência em frio, 200-300 unidades. Excepcional desempenho nas regiões protdutoras mais quentes.
   
   
   

 

Pêssego BRS Regalo Licenciado 
A cultivar BRS Regalo tem polpa branca, muito boa qualidade, firme, baixa acidez, muito produtivo e maturação após Chimarrita. Necessita cerca de 400-450 unidades de frio, com floração geralmente na segunda semana de agosto.

 

   
   
   

Pêssego Chimarrita
Padrão para variedades de fruta branca no Sul do Brasil. Maturação normalmente em novembro. 

   
   
   

Pêssego PS10711      

Exclusividade Clone Viveiros
Branco, produtivade e estabilidade de produção excepcionais, boa coloração, ótimo tamanho e qualidade. Maturação no início/meados de dezembro. Notável desempenho no Sul do Brasil. Sabor doce. VARIEDADE DESENVOLVIDA PELO CLONE VIVEIROS.

   
   
   
2017  Pêssego BRS Rubra Moore Licenciado  
Excelente aparência, polpa branca de excelente qualidade, pelos pouco abundantes, início de maturação poucos dias depois de BRS Fascínio, boa produtividade, tamanho médio/grande. Data de floração próxima do Chimarrita em Araucária-PR.
 
   
   
   
Pêssego Della Nona
Frutos brancos, boa coloração, de excelente qualidade. Maturação no final de dezembro/janeiro. Também erroneamente chamado de Chiripá Vermelho. Boa conservação em câmara fria. Sabor doce.
   
   
   

Pêssego Chiripá 2
Exclusividade Clone Viveiros

Mutação da variedade Chiripá selecionada pela Clone Viveiros.
Frutas idênticas ao Chiripá original, mas com rápido e uniforme enfolhamento na primavera. Produtividade e tolerância a doenças muito superiores ao Chiripá original. Floração e maturação são antecipadas em cerca de 7 dias.

   
   
   
Pêssego Eragil
Amarelo e doce. Tamanho, produtividade e conservação excepcionais. Desempenho notório no Sul do Brasil. Variedade tardia, 
maturação em Janeiro.
   
   
   
Pêssego Barbosa
Frutos brancos, doces, grandes, de maturação tardia em janeiro, sabor exclente, excelente conservação em câmara fria. Excelente firmeza.
   
   
   
Pêssego Eldorado
Frutos amarelos, muito grandes, não fundentes, boa qualidade, alta produtividade. Maturação em meados de janeiro. Sabor doce acidulado.
   
   
   
 Para outras variedades consulte-nos!

 

 


PORTA-ENXERTOS PARA PESSEGUEIROS
 
  Exclusividade Clone Viveiros

Nano+ é um porta-enxerto semi-anão para pessegueiro desenvolvido pela Clone Viveiros. Pessegueiros enxertados neste porta-enxerto tem redução entre 40 e 65% do tamanho de copa quando comparados com as mesmas variedades enxertadas nos porta-enxertos até hoje usados no Brasil.

Vantagens:

  • Economia drástica em mão-de-obra;
  • Permite plantios em alta densidade. Condução das plantas em líder central e instalação de telas de proteção;
  • Não necessita de podas de verão em condições normais;
  • Colheitas são facilitadas e concentradas;
  • Podas de inverno são de intensidade menor;
  • Maior densidade de gemas floríferas e maior pegamento de frutos;
  • Os frutos recebem melhor insolação e podem desenvolver melhor qualidade.

Exigências:

  • Solos férteis/corrigidos e bem drenados;
  • Não tolera falta ou excesso de água;
  • Necessita de irrigação instalada antes do plantio;
  • Quando conduzido em líder central necessita de espaldeiras com pelo menos 2 arames;
  • Espaçamento aproximado de 3,5 a 4 metros entre ruas e 1 a 1,5 metros entre plantas;
  • Precisa de cuidados especiais no transplante; as mudas são grandes e portanto bastante sujeitas a perda d’água;
  • Deve-se tomar cuidado para não deixar quantidade excessiva de frutas através de poda e raleio adequados;
  • Não deve ser plantado em locais onde havia recentemente pomares de pessegueiro e ameixeira.
Aspectos vegetativos de pessegueiros enxertados sobre Nano+ (esquerda) e porta-enxerto vigoroso (direita), início de janeiro na 5ª folha em Guajuvira, Araucária-PR.
 
 
 

 A9 Exclusividade Clone Viveiros
Para: Ameixeira, Nectarineira e Pessegueiro

Desenvolvido pela Clone Viveiros, A9 é extremamente produtivo! Mostra RÁPIDA ENTRADA EM PRODUÇÃO, ALTA PRODUTIVIDADE, COM MAIOR EFICIÊNCIA NOS TRATOS CULTURAIS E COLHEITA.

A9 em ameixeira produz plantas que tem volume de copa com 40-60% to tamanhao que as mesmas variedades produziriam enxertadas em Conserva ou Okinawa. Pode induzir abundante floração e alguama floração significativa já no segundo ano de plantio. Permite plantios em densidades de 1000-2000 plantas por hectare. Pode-se optar pela condução em "V" com duas pernadas (4,5 a 5,5m entre ruas) ou líder central (3,5 a 4,0m entre ruas), com distância entre plantas de 1,20 a 1,7m.

A9 em pessegueiro induz uma redução de 25 a 35% do volume de copa em relação ao Okinawa. Permite plantio de pessegueiro e nectarineira em média/alta densidade, sem que haja necessidade de podas verdes frequentes. Melhora sensivelmente o pegamento de frutos. Indicado principalmente para variedade que tem alguma dificuldade em frutificação. Excessiva frutificação em variedades produtivas pode necessitar raleio dispendioso.

A9 é mais sensível ao transplante das mudas que outros porta-enxertos. Em condições de estresse severo causado pela falta ou principelmente excesso de água, em solos muito pedregosos, rasos, muito pesados, etc., as plantas podem sofrer demasiadamente no primeiro ano, diminuindo o cresciemnto, amarelecendo ou caindo as folhas no final do verão.

 
 
 

Okinawa 
Para: Ameixeira, Pessegueiro e Nectarineira

Resistente a nematóides causadores de galhas. Produz plantas vigorosas, rústicas, uniformes, altamente produtivas, com frutos de bom tamanho e qualidade. Bom comportamento no transplante para o pomar. Demora entrada em produção de ameixeiras que produzem em esporões. Apresenta excelente comportamento em replantes de pomares de pessegueiro, sendo a melhor opção.

 
 
 
ESTIMATIVA DE EXIGÊNCIA EM FRIO E DATA DE COLHEITA
NOTA: as estimativas acima foram feitas baseadas em observações obtidas em plantas estabelecidas em Araucária-PR. A data de colheita pode ser antecipada em 2-6 semanas como resultado da utilização da quebra de dormência artificial, e plantios de variedades com baixa exigência em frio em localidades mais quentes. Por outro lado, é atrasada em localidades mais frias.
 
 
 
ATENÇÃO! O conteúdo deste site NÃO TEM FINALIDADE RECOMENDATIVA. Consulte seu Engenheiro Agrônomo local para escolher as melhores opções para as suas necessidades específicas.

 

Clone Viveiros & Fruticultura
CEP 83725-000 - Araucria - PR